MantNews

DIVIDA DA PREFEITURA DE CRUZEIRO PASSA DE R$ 200 MILHÕES

Esta postagem foi publicada em 10 de janeiro de 2017 e está arquivada em MantNews.

O prefeito de Cruzeiro Thales Gabriel Fonseca (SD) reuniu a imprensa na sexta-feira(06) em seu gabinete e anunciou que o município possui uma dívida de mais de R$ 205,4 milhões. A arrecadação prevista no orçamento deste ano é de R$ 170 milhões.

A secretaria de finanças da cidade acredita que os valores podem ser maiores, já que as contas do mês de dezembro de 2016 ainda não foram totalmente fechadas, assim como a dívida fundada conhecida, são apenas as já inscritas em Dívida Ativa da União.

As informações têm como fonte, dados do Sistema Integrado da prefeitura, da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional e Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.

De acordo com o levantamento feito pela Secretaria Municipal de Finanças, a dívida flutuante do município que é de curto prazo, como fornecedores, folha de pagamento e outros está em torno de R$ 22,8 milhões.

As dívidas ainda não parcelas com o Fundo de Garantia (FGTS), Previdenciária e Tributária somam cerca de R$ 103 milhões.
A administração informa ainda que existe uma dívida parcelada com a previdência social, PASEP e Energia Elétrica que totaliza R$ 46,6 milhões.
Para este ano, a prefeitura de Cruzeiro possui um estoque de dívida com precatórios no regime especial no valor de R$ 33 milhões.

O prefeito Thales Gabriel informou ainda que vai manter o estado de calamidade financeira que foi decretada no final do ano passado pelo prefeito anterior.

Ele disse ainda que nos primeiros dias de seu mandado não efetuou pagamento a nenhum fornecedor e que está renegociando as dívidas.

SERVIDORES PÚBLICOS
Para a administração, a prioridade é o funcionalismo público. Na sexta-feira, a prefeitura fez o pagamento de 50% (metade) do salário líquido dos funcionários incluindo contratados, cargos de confiança e estagiários.

Esta folha é referente ao mês de dezembro de 2016 (ou seja, seria um compromisso da administração anterior). Lembrando que o governo do prefeito Thales Gabriel assumiu a administração sem recurso financeiro para fazer o pagamento de dezembro/2016.

Com seis dias de mandato, o governo municipal não teve tempo necessário para receber os recursos para fazer o pagamento dos servidores. O restante dos salários será pago nos próximos dias.

PROVIDÊNCIAS
Com uma dívida superior ao orçamento anual do município, a administração do prefeito Thales Gabriel Fonseca iniciou uma série de ações econômicas para tentar equacionar a situação financeira da cidade.

Um projeto que irá reestruturar as secretarias municipais será encaminhado para a Câmara de Vereadores e deve reduzir o número de pastas.

O governo municipal está também utilizando servidores concursados para ocupar cargos de confiança na prefeitura com o objetivo de reduzir gastos na folha de pagamento.

COMISSÃO DE APURAÇÃO
Uma comissão de avaliação dos restos a pagar será formada na próxima semana para apurar todos os contratos e serviços que foram realizados com a prefeitura no ano passado que se encontram contabilizados como dívida flutuante.

A auditoria que será realizada nas contas do município é para apontar a regularidade dos contratos e sua regular execução.

Após essa avaliação, o valor do serviço realizado bem como dos materiais efetivamente entregues será encaminhado para a Secretaria de Finanças que iniciará as negociações para quitar a referente dívida.

AO VIVO

RÁDIO HITS

  • mm

    Medo Bobo

    Maiara e Maraisa

  • 1 Jorge e Mateus

    Louca de Saudade

    Jorge e Matheus

  • Zezé-di-Camargo-e-Luciano

    Eu e Você

    Zezé D e Luciano

  • Luan Santana TL

    Eu, Você, o Mar e Ela

    Luan Santana

  • bruno

    40 graus de Amor

    Bruno e Barreto

  • 2 Thiaguinho

    Cancun

    Thiaguinho

  • Ludimila e Belo

    Bom

    Ludmila

  • 2 Matheus e Kauan

    O Nosso Santo Bateu

    Matheus e Kauan

OUVINTE 10

É a rádio Mantiqueira que faz meu coração bater mais forte na sua frequência 100,7!!! Rádio Mantiqueira é a melhor das melhores !!!!

Antônio C.